Cozinha Criativa

A criatividade exige permeabilidade e um desejo profundo de conhecimento, tanto exterior como interior. Se o conhecimento exterior resulta de uma atenção permanente e de um interesse real e insaciável pelo mundo, pelas pessoas, pela história, pelo presente e pelo futuro, o conhecimento interior baseia-se num processo constante de auto observação e questionamento, de meditação e reflexão na compreensão e interpretação do mundo exterior, na atribuição de significados e identificação de sentimentos, instintos e emoções.

O conhecimento e a investigação estimulam a criatividade e apuram a intuição. A criatividade espicaça a liberdade! A ausência de preconceitos e a capacidade de acreditar questionando sempre são essenciais para o desenvolvimento do pensamento criativo.

A cozinha expressa diferentes momentos de conhecimento, aprendizagem e reflexão, e comunica não só o evoluir da técnica, mas também a maturidade, a personalidade e a alma do seu criador.

Criar é um acto de liberdade com possibilidades infinitas de expressão. Na cozinha, os ingredientes, as técnicas, a tecnologia, as receitas, as elaborações e os conceitos estão ao serviço da criatividade transformando-a num mundo de infinitas possibilidades. Um prato pode fazer-nos viajar por lugares, paisagens, tempos e histórias. Pode fazer-nos rir ou chorar. Pode dar-nos a conhecer verdadeiramente um alimento, potenciando o seu sabor e a sua textura ou fazendo uso da técnica, da tecnologia e/ou da combinação inédita de sabores. Pode ainda revelar-nos uma dimensão absolutamente nova de um alimento que pensávamos conhecer, fazendo-nos ver mais além e despertando percepções, intimidade, sentimentos e emoções.

Sempre que pensamos e reflectimos, acontece em nós um duplo fenómeno de percepção - ao mesmo tempo que sentimos e tomamos consciência de um determinado estado de alma, deparamo-nos com uma qualquer paisagem exterior que se intersecciona com a nossa paisagem interior. Entendo esta intersecção como o resultado mais próximo da interpretação da realidade sentida e avistada.

José Avillez